Segundo estudo, número de “empresas inteligentes” dobrou em 2018

Você já ouviu falar no termo “empresas inteligentes”? Empresas inteligentes são aquelas que conectam o mundo físico ao digital para impulsionar a inovação por meio de decisões em tempo real, ambientes baseados em dados e fluxos de trabalho colaborativo móveis. Dito isso, de acordo com a Zebra Technologies Corporation, o número das corporações que se enquadram nessa definição dobrou em 2018, em comparação ao ano de 2017.

Este dado foi divulgado na segunda edição do estudo anual “Índice de Inteligência Empresarial”, pesquisa global que mede o ponto onde as companhias estão no caminho de se tornarem “inteligentes”. Ou seja, que passaram a investir na implementação de tecnologias, principalmente em Internet das Coisas (IoT), reconhecendo os benefícios dessa solução como um componente central para impulsionar o crescimento futuro de suas organizações.

Principais conclusões do estudo

O investimento em IoT aumenta e a resistência à adoção diminui

O índice revela que, para as empresas pesquisadas, o investimento médio anual em IoT aumentou 4% em todo o mundo e 86% deles esperam que esse número cresça em um ou dois anos, prevendo um aumento de aproximadamente 11% a 20%. À medida que os trabalhadores se tornam mais receptivos às novas tecnologias, o número de empresas que sente alguma resistência em relação ao progresso de seus planos de IoT caiu de 75% para 64% em relação à 2017. No caso da América Latina, 91% das empresas participantes do estudo têm expectativa de crescimento do investimento em IoT no mesmo nível e 76% esperam uma diminuição na resistência.

As empresas estão capturando sua vantagem competitiva com endereçamento em tempo real

Segundo a pesquisa, 52% das organizações em todo o mundo e 50% na América Latina dizem compartilhar as informações obtidas de suas soluções de IoT com seus funcionários em tempo real ou quase em tempo real. Isso representa um aumento próximo de 37% em relação à pesquisa de 2017, o que demonstra a crescente necessidade de fluxos de trabalho colaborativos móveis. Além disso, quase três quartos (72%) das empresas latino-americanas pesquisadas estabeleceram um plano para organizar e analisar dados. Fatores como a análise de informações em tempo real e a segurança foram relatados como os elementos mais importantes para o plano de gerenciamento de dados de uma empresa com 71% e 75%, respectivamente.

Segurança é a prioridade mais importante para as empresas

As empresas estão adotando uma abordagem muito mais proativa e abrangente quando se trata de adotar padrões de segurança em suas soluções de IoT. O estudo revelou um aumento de 18% no número de empresas que constantemente monitoram a segurança de sua IoT para garantir privacidade e integridade em seus negócios. Para a América Latina, esse número aumentou em 16%.

Antecedentes e metodologia da pesquisa 

A pesquisa foi realizada online de 6 de agosto a 14 de setembro de 2018, em uma ampla variedade de segmentos, incluindo saúde, manufatura, varejo, transporte e logística. No total, 918 tomadores de decisão de TI foram entrevistados em nove países, incluindo os Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, Alemanha, México, Brasil, China, Índia e Japão.

Onze métricas foram usadas para entender onde as empresas estão no caminho de se tornarem “empresas inteligentes”. Alguns são: visão de IoT, compromisso do negócio, relacionamento com parceiros especialistas em soluções tecnológicas, plano de adoção, plano de gerenciamento de mudanças, aplicação, padrões de segurança, plano de ciclo de vida, arquitetura/infra-estrutura, plano inteligente e análise de dados

Os critérios foram definidos por executivos, especialistas do setor e formuladores de políticas nos diferentes setores de negócios no Simpósio de Inovação Estratégica 2016: A Empresa Inteligente, organizado pela Zebra em colaboração com o Centro de Tecnologia e Empreendedorismo de Harvard (TECH).

A Engine provê soluções para acelerar essa transformação digital na sua empresa. Entre em contato com um de nossos consultores para saber mais sobre o assunto.

Fonte: Zebra Technologies Corporation